Reflexões de uma mente

junho 23, 2009

Escrevendo

Filed under: Descontraindo,Jornalísticamente falando — Bruna Chieco @ 7:41 pm

writing-with-pen

Depois de muito tempo refletindo, descontraindo e produzindo, voltei com meu querido blog. Vejo esse espaço como um lugar para expor minhas ideias, refletir. Nos últimos seis meses escrevi muito sobre mídia, jornalismo e assuntos sobre minha profissão; aquela que não precisa mais diploma.

Agora aqui paro pra pensar em como gosto de escrever. Sobre tudo! Mesmo que seja chato e eu não entenda o assunto, apure reclamando e escreva sofrendo, vejo o resultado e final e aprecio. Recentemente vi que isso é uma falha minha. Talvez eu não escreva tão bem. Mas não vou disistir, quero fazer isso. Dizem que não precisa de diploma, mas escrever não é para qualquer um. Não estou dizendo que sou especialista nisso, porém tenho certeza que escrever demanda dedicação e cuidado com o texto, com o assunto, com o leitor. Não adianta saber um assunto, é necessário saber passa-lo.

Por isso estou aqui novamente escrevendo. No momento escrevo sobre nada, sobre a vida. Mas gosto de escrever sobre nada, e continuarei aplicando meu prazer para quem quiser ler. E se ninguém quiser ler, tudo bem, indico blogs interessantes que eu fiz junto a colegas e que falam sobre coisas relevantes. Debater também é bom.

voyeurdamidia@wordpress.com

umpontodevista@wordpress.com

dezembro 6, 2008

O poder do sorriso

Filed under: Descontraindo,Sobre a mente — Bruna Chieco @ 1:52 pm

Ultimamente tenho descoberto o poder do sorriso. Esse simples gesto tão automático e às vezes imperceptível pode mudar tudo no dia de alguém.

O sorriso é um gesto que deve ser usado constantemente. Diz-se que rir traz inúmeros benefícios à saúde, inclusive pode ser uma sessão de ginástica para o corpo.

Sorrir aproxima pessoas, quebra barreiras. Você pode fazer outra pessoa feliz concedendo-lhe um sorriso.

O riso pode viciar. Creio que seja um dos únicos vícios bons da humanidade. Não conaigo pensar em outro.

Rir pode fazer com que todo o stress anterior desapareça. Após um tempo, esse ato deixa de ser um esforço.
Eu quero sorrir mais, viver mais. Quero fazer parte de vício.

Eu quero te ver sorrir.

 

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.